Estrutura Metálica

Estrutura Metálica para Telhado: Solução eficiente para sua obra

Uma cobertura eficiente é essencial para a boa conservação de uma edificação. Tem como objetivo proteger a edificação de qualquer intempérie natural e proporciona um visual agradável à residência. Utilizar estrutura metálica para telhado é hoje, mais do que uma solução ecológica, mas também econômica.

A madeira, ainda é o material mais utilizado para a construção do engradamento do telhado. Além de ser a forma mais convencional é fácil encontrar carpinteiros capacitados para executar um bom telhado de madeira.

Concorrendo com a madeira, a estrutura metálica para telhado carece de mão de obra mais especializada, mas traz consigo benefícios para toda a construção. Para garantir a resistência à corrosão, o aço utilizado na estrutura é o aço galvanizado.

Você vai conhecer neste artigo as vantagens e desvantagens deste tipo de estrutura, o processo executivo e os cuidados especiais.

Vantagens e Desvantagens

Como todo processo construtivo a utilização de estrutura metálica para telhado possui vantagens e desvantagens se comparado à estrutura de madeira. O importante é você avaliar qual o melhor sistema para sua obra.

Veja algumas das vantagens que a estrutura metálica proporciona:

  • Telhado livre de cupins;
  • É leve e fácil de manusear;
  • Produto industrializado com perda zero;
  • Boa resistência estrutural;
  • Rapidez na montagem;
  • Projeto flexibilizado;
  • Maior vida útil;
  • Apresenta redução de peso na estrutura se comparado a madeira;
  • Utiliza menor quantidade de caibros e terças;
  • Não trinca e não empena, como alguns telhados de madeira.

Entretanto algumas desvantagens também podem ser observadas:

  • Em alguns lugares o investimento inicial é maior;
  • Necessita de mão de obra especializada;
  • Geralmente quem executa a estrutura metálica não instala as telhas;

Estrutura Metálica Para Telhado: Processo Executivo

dicas de estrutura metálica para telhadoO processo executivo irá variar conforme o tipo de cobertura que o engradamento metálico vai receber. Por exemplo, você poderá utilizar telhado colonial, telha metálica ou telha de fibrocimento.

A seguir você confere o processo executivo para um telhado considerando a cobertura com telha metálica.

 

1 – Locação do telhado:

As peças do telhado devem ser locadas conforme indicação do projeto, observando a inclinação indicada, as águas do telhado, o nivelamento e esquadro.

2 – Execução de berços para terças e calhas:

Em seguida são executados os berços para terças e calhas, ou seja, os apoios para as peças. Estes apoios podem ser construídos em alvenaria. A distância entre apoios varia conforme o perfil adotado, ficando próxima de 3,00 metros.

3 – Montagem das Calhas:

O próximo passo é montar as calhas. Dê preferência para calhas que já venham dobradas de fábrica, evite dobrar chapas na obra. Verifique no projeto as dimensões corretas da calha, calhas mal dimensionadas podem trazer muitos problemas futuros para a edificação.

4 – Montagem das Terças:

A montagem das terças consiste sem e posicionamento conforme o projeto sobre os apoios. Para garantir a fixação do apoio nas terças você pode utilizar barras de aço chumbadas nos apoios.

Para emenda de terças você pode soldar ou parafusar os perfis. Dê preferência para emendas com parafusos galvanizados, pois assim evitam qualquer tipo de processo corrosivo.

Em telhados metálicos as terças geralmente são feitas com perfis U enrijecidos.

5 – Montagem das Telhas:

Para montagem das telhas o primeiro passo é transportar as telhas para o telhado e distribuir as mesmas em feixes, conforme a necessidade de cada parte do telhado.

Em seguida é necessário que você instale a primeira e a última telha do telhado, par que assim você alinhe todas as outras com referência nestas duas já instaladas.

Com o alinhamento definido você pode distribuir todas as telhas. Para a fixação das telhas nas terças é necessário utilizar parafusos e para evitar vazamento de água utilize fita dupla face para colar uma telha na outra.

6 – Execução de recortes:

Caso seja necessário executar algum tipo de recorte, marque com lápis o local e utilize lixadeira e disco de corte de aço para cortar a telha específica.

7 – Instalação de Rufos:

Com o fim da montagem das telhas e da execução dos recortes o próximo passo é finalizar o telhado com a instalação dos rufos necessários.

Cuidados Especiais

Alguns cuidados devem ser tomados com este tipo de construção. O primeiro deles é que a montagem deve ser feita por profissional capacitado. O indicado é que o próprio fornecedor faça a instalação das peças, em especial se o telhado apresentar muitas águas e desníveis diferentes.

Outro cuidado importante é quanto à planicidade e o alinhamento das pelas, qualquer desencontro poderá gerar futuros vazamentos na estrutura da cobertura. O que gera um ambiente mais propício à corrosão.

Além disso, cuidados quanto ao processo de fabricação e projeto também são necessários. Verifique junto ao fornecedor o cálculo da estrutura por você adquirida, além da galvanização necessária para ambientes mais agressivos.

Considerações Finais

A utilização da estrutura metálica para telhado é uma solução econômica, rápida e segura. Antes de construir o seu telhado faça um comparativo com fornecedores e veja qual a melhor solução para você.

Lembre-se de tomar os devidos cuidados na hora de construir e compra sua estrutura metálica para telhado.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o conteúdo, deixe um comentário. Compartilhe com seus amigos este conteúdo, você pode ajudar alguém que está precisando.

Forte abraço.

Esse artigo foi útil para você?

Clique nas estrelas abaixo para avaliar!

Avaliação Média / 5. Total de votos:

Como você gostou deste artigo...

Siga-nos nas Redes Sociais!

mm

Eduardo Daldegan é formado em Engenharia Civil pela PUC-MG. É apaixonado por empreendedorismo e hoje trabalha em diversos projetos. É casado e seu maior empreendimento é a construção da sua família.

Você está sem conexão à internet