Concreto Armado

Como fazer o controle tecnológico do concreto

O controle tecnológico do concreto é essencial em todas as obras que utilizam o concreto armado. Em muitos casos é deixado de lado por ser considerado caro, ou então por falta de esclarecimento da importância de controlar a qualidade dos materiais que são utilizados em obra.

De forma simples e prática o controle tecnológico é realizado por meio de ensaios, com o objetivo de verificar a qualidade dos materiais que serão utilizados na obra, checando aspectos relativos à resistência e durabilidade do material.

Estes ensaios podem ser relativos aos materiais que irão constituir o concreto, ou seja, ensaios que atestam a qualidade dos agregados. Também existem os ensaios com o material pronto que será lançado na obra.

Os principais ensaios feitos no dia a dia de um canteiro para verificar a qualidade do concreto são para verificar a trabalhabilidade do material e também a resistência.

Um dos ensaios se chama Abatimento do Tronco de Cone (Slump Test) que é adotado para verificar a trabalhabilidade do material. O outro ensaio não é feito no canteiro, apenas as amostras são coletadas no canteiro e o ensaio é feito em laboratório, que é o ensaio de Ruptura do Concreto, que verifica a resistência do material já endurecido.

Quem pode fazer o controle tecnológico do concreto?

como fazer o controle tecnológico do concreto de forma simplesO controle tecnológico pode ser feito em uma obra de duas formas, com mão de obra própria do construtor ou utilizando uma equipe terceirizada.

Para pequenas obras o controle tecnológico do concreto feito com mão de obra própria ainda produz bons resultados. Agora em obras de grande porte e de grande risco, é importante terceirizar este controle com uma empresa especializada, assim se obterá um controle mais rigoroso do material utilizado.

Vale ressaltar que é necessário treinar bem os colaboradores que serão responsáveis por realizar o ensaio de abatimento de tronco de cone e a coleta das amostras de concreto. Caso os ensaios sejam feitos de maneira equivocada os resultados obtidos ao final não representarão com fidelidade as características do concreto utilizado na obra.

Em relação ao controle tecnológico do concreto feito com mão de obra própria do construtor será necessário contratar um laboratório especializado para realizar os ensaios de rompimento dos corpos de prova.

Como fazer o ensaio de abatimento do tronco de cone (Slump Test)

Todo concreto que chega na obra tem uma trabalhabilidade especificada, ou seja, o concreto já é comprado com uma consistência definida para cada tipo de utilização.

O ensaio de abatimento do tronco de cone é utilizado para verificar a trabalhabilidade, ou consistência, do material. Verificando se a consistência do material está adequada para o seu uso final.

Para cada tipo de obra é utilizado um concreto com características diferentes, em alguns casos é necessário um concreto mais seco, com menor trabalhabilidade, em outros casos é necessário um concreto mais fluido, com maior trabalhabilidade.

A trabalhabilidade do concreto pode ser modificada alterando a quantidade de água na mistura ou então com o uso de aditivos.

Para realizar este ensaio é necessário contar com os seguintes equipamentos:

  • Placa metálica para servir de apoio para realização do ensaio;
  • Forma tronco-cônica que será preenchida com concreto;
  • Haste metálica para golpear as camadas de concreto;
  • Colher de pedreiro para preencher a forma com material e retirar o excesso da última camada;
  • Trena para medir o abatimento do concreto após retirada da forma.

Passo a passo do ensaio de abatimento de tronco de cone:

Para realizar o ensaio é necessário seguir os seguintes passos:

  • Coletar material para realização do ensaio direto do caminhão betoneira;
  • Colocar a forma sobre a placa metálica em superfície nivelada;
  • Prender a forma metálica pisando nas abas da parte inferior da forma, para evitar qualquer tipo de interferência no ensaio;
  • Preencher o cone com uma primeira camada de concreto e aplicar 25 golpes com a haste metálica;
  • Preencher o cone com uma segunda camada de concreto e aplicar 25 golpes com a haste metálica, com o cuidado de não penetrar a camada anterior;
  • Preencher o cone com uma terceira camada de concreto e aplicar 25 golpes com a haste metálica, com o cuidado de não penetrar a camada anterior;
  • Retirar o excesso de concreto com a colher de pedreiro, deixando a superfície nivelado com o topo da forma;
  • Retirar a forma com cuidado e coloca-la ao lado da massa de concreto que foi desformada;
  • Medir o abatimento do concreto, para isso apoio a haste metálica horizontalmente no topo da forma metálica e meça com a trena a distância entre a superfície do cone de concreto com o topo da forma metálica, este valor será o resultado do ensaio de abatimento.

Caso as camadas sejam moldadas de forma inadequada os resultados poderão ser incoerentes com a realidade. Por isso, é necessário ter profissionais bem treinados para a realização do ensaio, por mais simples que ele seja.

Como fazer o ensaio de compressão do concreto

Como falado anteriormente para a realização do controle tecnológico do concreto também são realizados ensaios de ruptura do corpo de prova, que são chamados de ensaios de compressão do concreto.

Este ensaio é caracterizado pela moldagem de pequenos corpos de prova cilíndrico que, após endurecidos, serão submetidos a esforços de compressão até o rompimento, afim de verificar a resistência do material à compressão.

É comum coletar quatro corpos de prova por caminhão betoneira de concreto. Estes corpos de prova serão ensaiados em idades diferentes, geralmente aos 7, 14, 21 e 28 dias, ou conforme indicação dos profissionais envolvidos na construção da edificação.

Para a confecção das amostras é possível utilizar dois tipos de moldes para os corpos de prova. O primeiro molde é um cilindro com diâmetro de 10 centímetros e altura de 20 centímetros, o segundo tipo de molde é também um cilindro, mas com diâmetro de 15 centímetros e altura de 30 centímetros. Os moldes devem ser revestidos internamente com óleo mineral.

Para garantir a qualidade do ensaio é importante que o mesmo seja realizado em superfície nivelada. O ensaio deve ser realizado próximo ao local de armazenamento do corpo de prova, pois não devem ser movimentados nas primeiras 24 horas.

O local de armazenamento deve ser arejado e protegido de qualquer tipo de intempéries como chuva, sol ou vento.

Para realização do ensaio será necessário os seguintes equipamentos e materiais:

  • Corpos de prova cilíndricos;
  • Haste metálica para golpear o concreto;
  • Colher de pedreiro para preencher os corpos de prova;
  • Material para identificação dos corpos de prova.

Passo a passo do ensaio de compressão do concreto:

Para realizar o ensaio é necessário seguir os seguintes passos:

  • Coletar material para realização do ensaio direto do caminhão betoneira;
  • Misturar bem o concreto para ter um material homogêneo;
  • Moldar o corpo de prova, sendo que o molde menor deve ser preenchido em duas camadas e cada camada receber 12 golpes. O molde maior deve ser preenchido em três camadas e cada camada de receber 25 golpes.
  • Após concluir a moldagem o corpo de prova deverá receber uma identificação;
  • Após as 24 horas os corpos de prova poderão ser enviados para o laboratório onde serão armazenados em uma câmara úmida;
  • O corpo de prova será rompido na idade determinada e assim se obterá a resistência do material utilizado.

Este ensaio é fundamental para verificar possíveis problemas na estrutura, como por exemplo a baixa resistência do concreto em determinado ponto. Caso os resultados deste ensaio estejam aquém do esperado, a estrutura deverá passar por uma avaliação sendo previsto até mesmo um reforço conforme necessário.

Considerações finais sobre o controle tecnológico do concreto

O controle tecnológico do concreto é fundamental para garantir a qualidade das obras de concreto. Ter bons profissionais especializados é a melhor opção para garantir que o controle seja feito de maneira adequada.

Caso você ainda tenha ficado com alguma dúvida ou quer colaborar com sua experiência, deixe um comentário.

Você também pode compartilhar este conteúdo com seus amigos, é só utilizar uma das redes sociais abaixo.

Forte abraço.

Esse artigo foi útil para você?

Clique nas estrelas abaixo para avaliar!

Avaliação Média / 5. Total de votos:

Como você gostou deste artigo...

Siga-nos nas Redes Sociais!

mm

Eduardo Daldegan é formado em Engenharia Civil pela PUC-MG. É apaixonado por empreendedorismo e hoje trabalha em diversos projetos. É casado e seu maior empreendimento é a construção da sua família.

Você está sem conexão à internet