Concreto Armado

Como definir o Fck do concreto para sua obra

A definição do Fck do concreto é uma importante etapa no planejamento de uma obra. Ocorre justamente na elaboração do projeto estrutural, pois é uma das premissas mais importantes para o dimensionamento dos elementos estruturais como vigas, pilares, lajes e fundações.

Para ter tranquilidade e segurança em sua obra é fundamental que você desenvolva um projeto estrutural. Por mais simples que a edificação possa ser uma boa orientação técnica é capaz de aliar segurança e economia para sua construção.

Por isso, mesmo que você consiga definir o Fck do concreto para sua obra com as dicas a seguir, é indispensável contar com o auxílio de um engenheiro neste processo.

O que é Fck do concreto?

dicas práticas sobre fck do concretoO melhor lugar para encontrar a definição do que é o Fck é na norma NBR 6118 – Projeto de Estruturas de Concreto. A norma diz que o Fck é a resistência característica à compressão do concreto aos 28 dias de idade.

Na maioria dos casos, a unidade utilizada para o Fck é o MPa (megapascal). De forma simplificada, dizer que o concreto possui Fck de 25 MPa é o mesmo que dizer que o concreto possui resistência à compressão próxima de 250 kfg/cm².

Com o passar dos anos foi possível desenvolver concretos com resistências altíssimas. Hoje em dia é comum trabalhar com valores próximos de 25 a 30 MPa em obras convencionais, enquanto que no passado a resistência à compressão mais adotada era de 18 MPa.

Com o desenvolvimento tecnológico e a seleção de materiais é possível produzir concretos de alto desempenho que chegam a uma resistência acima de 100 MPa.

Além do Fck é possível encontrar nos projetos de engenharia o Fckj, que é a resistência à compressão do concreto em determinada idade. Por exemplo, o Fck7 é a resistência à compressão do concreto na idade de 7 dias.

Em quais etapas de uma obra o Fck do concreto é utilizado?

O Fck do concreto é uma característica do concreto fundamental para toda obra.

Ele é definido no início da elaboração do projeto estrutural. Onde é levado em consideração as características da obra, as características da estrutura que será dimensionada, a disponibilidade de material no local onde a estrutura será executada e o custo-benefício de adotar valores cada vez mais altos de resistência.

Ter claro este valor também é essencial na hora de desenvolver um orçamento executivo da obra, pois o preço de um concreto varia conforme a resistência do mesmo.

O Fck também está presente no controle tecnológico de uma obra, pois para a estrutura ser atestada e aprovada é necessário que o concreto utilizado atinja o Fck definido pelo projeto. Esta verificação é feita com o rompimento de corpos de prova nas idades definidas pelo responsável técnico da obra.

Ter o Fck especificado e bem definido também é importante para o futuro. Caso a edificação construída passe por alterações ou ampliações será necessário ter consciência destes valores para o desenvolvimento de possíveis projetos de reforço estrutural.

Como escolher o Fck do concreto para sua obra?

Apesar de ser uma tarefa relativamente simples esta escolha irá interferir diretamente em toda a obra. Por isso, exige certo conhecimento técnica e experiência com obras similares que serão construídas.

Muitas pessoas escolhem o Fck conforme experiências anteriores ou até mesmo utilizando a intuição. Mas, o melhor é seguir o que preconiza a NBR 6118 – Projeto de Estruturas de Concreto.

O primeiro passo é definir a classe de agressividade a qual o concreto estará submetido durante sua vida útil. Quanto mais agressivo o ambiente, maior será a resistência à compressão do concreto.

Na norma encontramos a indicação de quatro tipos de classe de agressividade ambiental (veja Tabela 6.1 na NBR 6118):

  • Fraca (I): ambiente rural ou submerso, onde o risco de deterioração do concreto é insignificante;
  • Moderada (II): ambiente urbano, onde o risco de deterioração do concreto é pequeno;
  • Forte (III): marinho e certos tipos de indústria, onde o risco de deterioração é grande;
  • Muito Forte (IV): estrutura que receba respingos de maré e certos tipos de indústria, onde o risco de deterioração é elevado.

Com a classe de agressividade definida é possível escolher a classe do concreto que será utilizado. Dizer que um concreto é da classe C30, é o mesmo que dizer que este concreto terá Fck de 30 MPa.

A tabela 7.1 da NBR 6118 indica uma relação entre a classe de agressividade e a classe do concreto. Existe uma relação diferente para o concreto armado (CA) e o concreto protendido (CP). Como você pode ver abaixo:

 

CLASSE DE AGRESSIVIDADE

I II III

IV

Classe do Concreto

CA

≥ C20 ≥ C25 ≥ C30 ≥ C40
CP ≥ C25 ≥ C30 ≥ C35

≥ C40

Por exemplo, para ambientes com classe de agressividade II (ambientes urbanos), é indicado pela norma a utilização de um concreto com resistência à compressão igual ou maior que 25 MPa.

Para edificações simples o Fck escolhido seria 25 MPa, mas ele poderia variar conforme outras características específicas da obra.

Na mesma tabela da NBR 6118 você também encontrará a especificação da relação a/c (água cimento). Que é a relação entre a quantidade de água na mistura do concreto com a quantidade de cimento.

Esta relação está diretamente ligada à resistência final do concreto e também deve ser observada durante a execução de uma estrutura de concreto.

Finalizando

Antes de encerrar este artigo é válido dizer que esta definição do Fck do concreto é específica para estruturas de concreto. Em serviços simples, como concretagem de passeios, o Fck é geralmente definido conforme a experiência do construtor.

Outro ponto a salientar é que a definição do concreto para obras mais complexas exige um conhecimento detalhado do material. Isso exige o acompanhamento de um profissional experiente e capacitado para a atividade.

Você também pode compartilhar este conteúdo com seus amigos, é só utilizar uma das redes sociais abaixo.

Forte abraço.

Esse artigo foi útil para você?

Clique nas estrelas abaixo para avaliar!

Avaliação Média / 5. Total de votos:

Como você gostou deste artigo...

Siga-nos nas Redes Sociais!

mm

Eduardo Daldegan é formado em Engenharia Civil pela PUC-MG. É apaixonado por empreendedorismo e hoje trabalha em diversos projetos. É casado e seu maior empreendimento é a construção da sua família.

Você está sem conexão à internet