Obras e Tecnologia

Como construir uma piscina: Opções construtivas e dicas especiais

3
(2)

Ter uma piscina é uma excelente opção de lazer e diversão para toda a família. Além da diversão, uma piscina tem um grande apelo decorativo e valoriza qualquer imóvel. Agora, como construir uma piscina com qualidade?

Mesmo com tantos benefícios, uma piscina mal construída pode trazer inúmeros inconvenientes. O que era para ser um motivo de lazer e descanso pode se tornar uma grade dor de cabeça.

Para evitar este tipo de desconforto o segredo é planejar muito bem a piscina a ser construída. Desde a escolha do processo construtivo, os materiais empregados, o desenho arquitetônico, as instalações hidráulicas e o aquecimento. Tudo isso, pode ser planejado e adequado conforme a sua necessidade, o planejamento é o primeiro passo de como construir uma piscina com sucesso.

Para saber como construir uma piscina que não te dará problemas escrevi este artigo. Quero te ajudar a escolher da melhor forma possível a piscina ideal para sua obra.

Opções construtivas

O principal diferencial de uma piscina para outra é o seu método executivo. Com a construção finalizada, em alguns casos é imperceptível a identificação do sistema construtivo de algumas piscinas. Veja a seguir como construir uma piscina ideal para você.

Os tipos de piscinas mais comuns são:

  • Piscina em concreto armado;
  • Piscina com paredes em alvenaria estrutural armada;
  • Piscina em fibra de vidro;
  • Piscina em vinil.

Vamos então às características e cuidados que cada tipo de piscina exige.

1 – Piscina em concreto armado:

dicas importantes de como construir uma piscinaA piscina de concreto armado, na maioria dos casos, é a opção que tem maior custo e prazo para construção. Entretanto é com certeza a mais durável e que exige a menor manutenção.

Além de ter grande durabilidade, é muito flexível quanto ao formato e à profundidade. O construtor pode ter liberdade de desenvolver a piscina da forma que ele quer, não se limitando a condições de fornecedores externos. O que possibilita construir piscinas com grande valor estético para a residência.

Outro ponto positivo quanto à beleza da piscina, é a possibilidade de o concreto aceitar qualquer tipo de revestimento.

Por ser uma estrutura com grande capacidade de resistência, pode ser construída em qualquer tipo de solo e situação. Para você não ter problemas futuros, é essencial um projeto de estrutura para o elemento.

Basicamente a piscina de concreto armado é constituída por paredes e piso em concreto com malha de aço dupla no seu interior. Um cuidado especial deve ser dado às armaduras de canto, onde estão os maiores esforços neste tipo de elemento.

As paredes e pisos devem ser muito bem impermeabilizadas, assim será garantido um longo prazo de vida útil. Que pode superar com tranquilidade mais de 30 anos.

2 – Piscina com parede em alvenaria estrutural armada:

As piscinas com parede em alvenaria estrutural armada são muito parecidas com as piscinas em concreto armado.

A construção do piso é semelhante, o que diferencia é a utilização de blocos de alvenaria estrutural armados e cheios de concreto nas paredes. Este tipo de solução pode exigir menor tempo que a construção de paredes maciças em concreto armado. Entretanto exige os mesmos cuidados quanto à armação das paredes, inclusive com os cantos.

Para ter sucesso com este tipo de piscina, também é necessário um projeto estrutural. No projeto serão indicadas as malhas de aço do piso e as barras de aço que serão utilizadas nas paredes em alvenaria estrutural.

As piscinas com paredes em alvenaria estrutural armada também possuem grande flexibilidade quanto ao formato e profundidade. Possui algumas limitações estéticas em relação à piscina de concreto armado, mas isso não impede a construção de piscinas muito bonitas e interessantes para o imóvel.

Também pode ser revestida com qualquer tipo de material, o que facilita na hora do construtor valorizar o aspecto estético.

Assim como a piscina de concreto armado, ela deve ser bem impermeabilizada de forma a garantir um bom tempo de vida útil.

3 – Piscina em fibra de vidro:

As piscinas em fibra de vidro podem ser as mais baratas para determinadas obras. São muito simples de instalar e não exigem impermeabilização, pois o seu material constituinte é impermeável.

Para a instalação deste tipo de piscina é necessário a construção de um piso em concreto para apoio. As paredes podem ficar em contato direto com o solo.

Um ponto negativo para este tipo de elemento é que você se limita às opções que o fornecedor tem disponibilidade. Além disso, o apelo estético é preterido em função da economia.

Uma dificuldade para este tipo de piscina, que pode até inviabilizar a sua obra, é a questão do transporte. Conforme o local que você deseja instalar uma piscina muito grande é impossível ter acesso com os equipamentos necessários para o transporte e instalação da piscina em fibra de vidro.

4 – Piscinas em vinil:

O grande diferencial das piscinas em vinil é a praticidade na execução. Assim como as piscinas em fibra de vidro, não necessitam de impermeabilização.

Um desconforto em relação aos outros tipos de piscina é quanto a sua fragilidade ao cloro e a objetos perfurantes ou cortantes. Isso pode reduzir a vida útil da sua piscina e exigir manutenções corretivas com mais frequência.

Também não permite grande variabilidade quanto à forma e profundidade. Entretanto permite diferentes estampas para o vinil a ser utilizado. O vinil pode ser trocado com rapidez e facilidade quando necessário.

É uma piscina mais barata que as piscinas de concreto e alvenaria estrutural, mas tem um período de vida útil muito inferior. Piscinas em vinil bem cuidadas tem um período de vida útil aproximado de 10 anos.

Como construir uma piscina: Cuidados importantes

1 – Faça um bom projeto:

Para ter sucesso com a sua piscina o primeiro passo é ter um bom projeto de mãos. Os projetos necessários para uma piscina podem variar conforme o seu método construtivo. Para uma piscina de concreto armado por exemplo serão necessários os seguintes projetos:

2 – Escolha o processo executivo ideal para sua obra:

É importante que durante a elaboração do projeto você já tenha definido junto com os projetistas o sistema construtivo ideal para sua obra.

Uma dica importante é não se limitar ao preço de construção, vale a pena consultar futuras manutenções e a valorização que uma bela piscina pode trazer para seu empreendimento.

3 – Cuidado com a impermeabilização:

Um cuidado importante é com a impermeabilização. As piscinas de concreto armado e em alvenaria estrutural devem ser muito bem impermeabilizadas. Assim, você garante que tenham um bom prazo de vida útil.

Vazamentos e infiltrações podem comprometer a estrutural, causando recalques, trincas e fissuras. O que pode comprometer toda a piscina.

Considerações Finais

Agora que você já sabe como construir uma piscina de qualidade, é colocar a mão na massa. Como explicado no artigo, a escolha do tipo de piscina ideal para sua obra, será essencial para o sucesso do seu empreendimento.

Caso você não tenha experiência com a construção de piscinas é importante contratar uma mão de obra especializada.

Ainda ficou com alguma dúvida ou quer colaborar com o conteúdo, deixe um comentário. Compartilhe com seus amigos este conteúdo, você pode ajudar alguém que está precisando.

Forte abraço.

 

Esse artigo foi útil para você?

Clique nas estrelas abaixo para avaliar!

Avaliação Média 3 / 5. Total de votos: 2

Este artigo ainda não foi avaliado. Seja o primeiro a avaliar!

Como você gostou deste artigo...

Siga-nos nas Redes Sociais!

mm

Eduardo Daldegan é formado em Engenharia Civil pela PUC-MG. É apaixonado por empreendedorismo e hoje trabalha em diversos projetos. É casado e seu maior empreendimento é a construção da sua família.

Você está sem conexão à internet